• 17.03
  • 2005
  • 15:07
  • MarceloSoares

Tráfico de drogas lidera inclusões de março no BD do Crime Organizado

O narcotráfico foi a fonte da maior parte do novo conteúdo agregado ao Banco de Dados sobre o Crime Organizado da Abraji nas duas primeiras semanas de março, até o dia 17. Foram incluídas no período 63 pessoas acusadas de ligação com o comércio ilícito de drogas e presas em flagrante. Dos acusados de tráfico, 11 foram presos em Mato Grosso e 12, em São Paulo. Foram os Estados com o maior número de casos.

Mais da metade dos presos, 43 pessoas, estava ligada à venda de maconha. Cocaína aparece em segundo no ranking, com 15 pessoas presas pela PF no mesmo período. Nesta rodada, o BD também incluiu o nome de quatro comerciantes suspeitos de financiar a extração ilegal de madeira na Bahia, e outros dois acusados de ligação com o tráfico ilegal de animais silvestres no Rio de Janeiro. O arquivo fecha a quinzena com 1.373 nomes gravados.

Disponível apenas para sócios da Abraji na seção Biblioteca, o banco de dados é atualizado pela monitora Carolina Hungria e oferecido em arquivos para os programas Access e Excel. Ele inclui dados sobre indivíduos presos ou acusados de envolvimento com o crime organizado, com informações distribuídas pela Polícia Federal e, em alguns casos, veículos brasileiros de comunicação.

Como a fonte das inclusões na base de dados é a PF ou o noticiário dos jornais, é importante lembrar que decisões judiciais posteriores podem alterar o status dos incluídos. A maioria ainda não recebeu condenação definitiva. Verifique antes de usar.

Vale lembrar que os registros do BD da Abraji não têm representatividade estatística (ao menos por enquanto) para se fazer inferências sobre o crime organizado e o tráfico no país.

Nosso objetivo é que os jornalistas que passem a usar o BD ajudem a Abraji a melhorá-lo, complementando as informações e incluindo novos registros. Caso você tenha utilizado o banco de dados para fazer alguma reportagem, envie-a para nós e o caso será divulgado em nosso website.

Dúvidas e sugestões podem ser encaminhadas para Carol Hungria ([email protected]), para o diretor de CAR da Abraji, José Roberto de Toledo ([email protected]), ou para o gerente executivo da associação, Marcelo Soares ([email protected]).
Assinatura Abraji