Tai Nalon participa de live da Abraji sobre o trabalho dos checadores de notícias na próxima terça (26)
  • 22.05
  • 2020
  • 16:00
  • Abraji

Formação

Tai Nalon participa de live da Abraji sobre o trabalho dos checadores de notícias na próxima terça (26)

A sexta edição da live semanal da Abraji sobre a atuação dos profissionais da imprensa durante a pandemia fala sobre o trabalho dos checadores de notícias. Na próxima terça-feira (26.mai.2020), a convidada é Tai Nalon, diretora executiva e cofundadora de Aos Fatos, agência de checagem criada em 2015 e que, atualmente, tem como pauta prioritária a cobertura da desinformação em torno da covid-19. A transmissão será realizada das 21h às 22h, no Instagram.

Jornalista pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), Nalon liderou no Aos Fatos a equipe finalista do Online Journalism Awards 2019, prêmio internacional de jornalismo digital; e vencedora do Prêmio Cláudio Weber Abramo de Jornalismo de Dados em 2019 — premiação apoiada pela Abraji.

Antes, trabalhou no jornal Folha de S.Paulo por quase seis anos, cobrindo, entre outros temas, o cotidiano da ex-presidente Dilma Rousseff e do Palácio do Planalto.

“Paralelamente aos jornalistas que reportam os dramas das famílias e dos profissionais afetados pela doença, é necessário também entender como a população está se informando sobre a covid-19, porque isso tem efeitos práticos na vida das pessoas”, pontua. “Quem trabalha no ‘front da guerra’ contra a desinformação precisa ter esse entendimento e compartilhar com os demais”.

Durante o espaço virtual de discussão, serão abordadas as estratégias do Aos Fatos na cobertura e checagem da desinformação sobre a crise sanitária. O projeto disponibilizou a republicação do banco de checagens sobre o novo coronavírus de forma gratuita para outros veículos e lançou a robô chacadora Fátima no WhatsApp, que ajuda o usuário na busca por checagens relacionadas à covid-19.

Em mar.2020, também iniciou o Radar Aos Fatos, um monitor de acompanhamento em tempo real da desinformação nas redes sociais, que publica relatórios periódicos.

“Temos sentido mais dificuldade em comunicar os fatos claramente. O tema é complexo, as informações confiáveis mudam com celeridade, aquilo que era fato ontem pode não ser mais hoje. (...) Como 'empacotar' melhor, de modo que nossas informações fiquem claras para todo mundo? É um desafio permanente”, explica Nalon.

O Aos Fatos também compõe a #CoronaVirusFacts, aliança global liderada pela Rede Internacional de Checagem de Notícias (IFCN, na sigla em inglês) que reúne mais de seis mil checadores ao redor do mundo dedicados a monitorar e checar falsas informações sobre a pandemia.

Nas semanas anteriores, as lives da Abraji tiveram a participação de Ana Lucia Azevedo (O Globo), Raull Santiago (Coletivo Papo Reto), Kátia Brasil (Amazônia Real), Vinícius Assis (correspondente brasileiro na África) e Ciara Carvalho (Jornal do Commercio). As conversas estão disponíveis na íntegra no Instagram da Abraji


Foto de capa: Arquivo Pessoal.

Assinatura Abraji