• 10.12
  • 2003
  • 17:52
  • Abraji

Formação

Seminário Internacional sobre Jornalismo Investigativo no nordeste

O jornalismo investigativo no Nordeste deu a tônica do segundo e último dia do Seminário Internacional Sobre Jornalismo Investigativo, organizado pela Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji)s e encerrado sábado na Universidade Católica de Pernambuco (Unicap). Os problemas enfrentados pelo profissionais nordestinos e os casos mais célebres do gênero jornalístico foram o tema da palestra da qual participou o repórter da Folha de Pernambuco Luiz Eduardo Silva, das editorias de Grande Recife e Polícia.


Durante cerca de uma hora e meia de debate com mais cinco repórteres locais, da Bahia e do Ceará, Luiz Eduardo Silva ressaltou as dificuldades de se conseguir informações oficiais do poder público enfrentadas diariamente na profissão. “Mas não se deve desanimar. Pelo contrário, essa dificuldade é um desafio, porque nos faz esgotar todas as possibilidades para conseguir a informação”, afirmou.


Na última palestra do seminário, representantes do Ministério Público Estadual e da Procuradoria da República no Estado ainda esclareceram como funciona o crime organizado e a importância da Imprensa como observadora e fiscalizadora dos passos do poder público em relação à criminalidade.


Cerca de cem pessoas, entre profissionais e estudantes de jornalismo, assistiram à palestra. “Todas as dicas que eles deram servem para qualquer setor que um jornalista queira se especializar, por isso foi interessante para todos os estudantes”, opinou a estudante do 7° período Raquel Barros.


Para os organizadores do evento, a presença de profissionais do jornalismo pernambucano na platéia ficou aquém do esperado. Mas, segundo Marcelo Beraba, presidente da Abraji, o objetivo foi cumprido. “Criamos um espaço de discussão para melhorar nossa prática profissional, porque a credibilidade está diretamente ligada à qualidade”, analisou.



Fonte: Este texto presente no site da ABI foi publicado originariamente na Folha de Pernambuco em 25/11/2003

Assinatura Abraji