Segurança Digital para Jornalistas é tema de Live do Programa Tim Lopes nesta quinta (25)
  • 24.06
  • 2020
  • 12:10
  • Abraji

Formação

Segurança Digital para Jornalistas é tema de Live do Programa Tim Lopes nesta quinta (25)

A terceira edição das lives do Programa Tim Lopes traz o jornalista e advogado Guilherme Pimentel para discutir o tema Segurança Digital para Jornalistas. A conversa acontece nesta quinta-feira, 25.jun.2020,  às 21:00, no Instagram da Abraji

Guilherme começou a pensar em segurança digital enquanto idealizava o DefeZap.  Lançado em 2016, o projeto recebia pelo aplicativo Whatsapp denúncias de violências cometidas pelo Estado na Região Metropolitana do Rio de Janeiro e, em 2019, foi retirado do ar por falta de verba. No entanto, o projeto virou política pública e agora funciona na Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, com o nome “Zap da Cidadania”.

Pimentel continua trabalhando com denúncias que envolvem conteúdos sensíveis e, muitas vezes, risco de vida. Atualmente, é Ouvidor Geral da Defensoria Pública do Rio de Janeiro. “Não sou um especialista em segurança digital, mas precisei me apropriar desse repertório para fazer o que faço com responsabilidade e proteger as fontes”, explica. Para isso, o advogado e jornalista precisou aprender sobre as questões do mundo tecnológico e se mantém atualizado sobre as mudanças na área. Hoje compartilha seus conhecimentos com instituições que necessitam preservar fontes e informações.

Suas oficinas sobre cuidado digital são majoritariamente para advogados, jornalistas e instituições de ativismo. Para Guilherme, os jornalistas hoje, além de terem o direito de resguardar o anonimato da fonte, precisam ter o compromisso de cuidar desse sigilo. “Não adianta mais dizer que não vai expor a informação. É dever do jornalista ter cuidado para que outras pessoas não ataquem o material e exponham a fonte”, diz ele. 

O contexto pede maior atenção no uso da internet. Com a pandemia da covid-19 e a adoção do isolamento social, a movimentação no meio on-line aumentou em 70% em março e abril, aponta estudo da Kantar. “Esse momento acelera o processo da utilização dos meios digitais, as pessoas estão mais expostas e isso exige um cuidado maior”, afirma o advogado. Apenas no mês de março, os ataques hackers aumentaram em 124% no Brasil, segundo a empresa de segurança digital Kaspersky

Além da crise sanitária, o país enfrenta uma crise política. Nesse cenário, aumentaram o discurso de ódio e os ataques digitais contra jornalistas. Guilherme Pimentel diz que os profissionais que trabalham com a manutenção da democracia e da liberdade de expressão estão mais sujeitos a sofrer ataques hackers e devem se proteger. 

Para o advogado, o repertório de ataques digitais é um repertório político e apropriado pelas forças autoritárias: “As quadrilhas digitais estão a todo vapor com suas ondas de ódio, fake news e ataques hackers. É essencial que todo mundo que trabalha com a manutenção da democracia e liberdade de expressão tenha cuidado no meio digital”. 

A live vai abordar a necessidade da segurança digital para profissionais da imprensa e como adotar algumas medidas no dia-a-dia da profissão. Angelina Nunes, coordenadora do Programa Tim Lopes de Proteção a Jornalistas, será a mediadora da live no Instagram da Abraji. 

Esta é a terceira live do Programa Tim Lopes. A primeira contou com a participação do jornalista Sérgio Ramalho e discutiu Jornalismo na Fronteira, a segunda relembrou o caso Tim Lopes, com Marcelo Beraba, ex-presidente e conselheiro da Abraji. A íntegra das conversas está disponível no Instagram. 

As lives semanais da Abraji falam sobre o trabalho dos profissionais da imprensa durante a pandemia de covid-19. Nas semanas anteriores, o espaço virtual teve a participação de Ana Lucia Azevedo (O Globo), Raull Santiago (Coletivo Papo Reto), Kátia Brasil (Amazônia Real), Vinícius Assis (correspondente brasileiro na África), Ciara Carvalho (Jornal O Commercio) e Tai Nalon (Aos Fatos), Ruben Berta (Blog do Berta), Milton Jung (CBN) e Catarina de Angola (Angola Comunicações). 

Foto de capa: Philippe Souto 
 

Assinatura Abraji