Repórter e cinegrafista são hostilizados em manifestação contra cortes na Educação em SP
  • 30.05
  • 2019
  • 22:31
  • Abraji

Liberdade de expressão

Repórter e cinegrafista são hostilizados em manifestação contra cortes na Educação em SP

Na noite desta quinta-feira (30.mai.2019) em São Paulo, o repórter Marcelo Mattos e o cinegrafista João Pedro Montans, ambos da rádio Jovem Pan, foram cercados e hostilizados por manifestantes enquanto cobriam o protesto contra cortes no orçamento da Educação.

Os profissionais faziam uma transmissão ao vivo da Av. Rebouças quando manifestantes começaram a interferir no trabalho do repórter, gritando sobre sua locução. Aos poucos, outros participantes do protesto cercaram Mattos e Montans impedindo que ambos prosseguissem com o trabalho, gritando em coro "fascistas!".

Os dois tiveram de se abrigar na estação Oscar Freire do metrô, sendo protegidos pelos seguranças da estação.

A Abraji repudia o ato de hostilidade contra Marcelo Mattos e João Pedro Montans. É inaceitável que jornalistas sejam atacados em pleno exercício da profissão. A discordância a respeito de linhas editoriais, quaisquer que sejam, não pode culminar no comprometimento da segurança de profissionais da imprensa - sem cujo trabalho nem sequer haveria material com o qual eventualmente discordar.

Diretoria da Abraji, 30 de maio de 2019.

Assinatura Abraji