Radialista do Ceará volta a receber ameaças de morte
  • 09.05
  • 2019
  • 14:00
  • Natália Silva

Liberdade de expressão

Radialista do Ceará volta a receber ameaças de morte

O radialista Ilton Santos, de Morrinhos (CE), voltou a ser alvo de ameaças. Desde 2017, o jornalista sofre com intimidações por conta de seu trabalho no “É de Lascar”, programa da rádio comunitária Liberdade FM que traz reivindicações da população e discute temas relacionados à administração pública. Em 2018, a Abraji publicou nota sobre as diversas ameaças dirigidas ao radialista.

Em 3.mai.2019, os ataques contra o jornalista foram retomados. Durante a reabertura do Hospital Municipal de Morrinhos, o ex-prefeito da cidade Airton Bruno (PSDB) disse as seguintes palavras sobre Santos: “Um dia eu posso topar ele no meio da rua e aí eu quero saber a chibata que vai dar. Vai dar chibata. Já não deu por causa do Carlos Bruno (filho do ex-prefeito), que pegou no braço e me disse ‘papai, não faça isso’, mas eu não estou mais suportando. Aqueles dentes dele serão substituídos. Eu estou aborrecido com esse cara. Pra mim, esse cara, eu tenho que dar um jeito nele.” 

O radialista registrou um boletim de ocorrência por ameaça após receber vídeos do evento. Essa não é a primeira vez que Santos sofre intimidação da família Bruno. Em 13.abr.2018, Santos noticiava os problemas enfrentados pela população da cidade por causa de uma enchente no município quando a secretária de ação governamental Aimee Peixoto Bruno entrou no estúdio acompanhada de um homem. A secretária, filha do atual prefeito Carlos Bruno (PSDB), acusou Santos de estar mentindo e exigiu que os equipamentos da rádio fossem desligados. Após a recusa do radialista, ela deixou o prédio da rádio. No mesmo dia, Santos recebeu mensagens dizendo para “tomar cuidado com sua vida”.

Assinatura Abraji