Inscrições abertas para segunda edição do treinamento de jornalismo investigativo na área de alimentação
  • 09.04
  • 2019
  • 15:00
  • Natália Silva

Formação

Inscrições abertas para segunda edição do treinamento de jornalismo investigativo na área de alimentação

Estão abertas as inscrições para a segunda edição do treinamento de jornalismo investigativo na área de alimentação, promovido pela ACT Promoção da Saúde e pelo site O Joio e o Trigo, em parceria com a Abraji. O curso acontecerá em 7.mai.2019 (terça-feira), no Conselho Federal de Nutricionistas (SRTVS - Quadra 701 Bloco II, Centro Empresarial Assis Chateaubriand, sala 301) no Distrito Federal em Brasília. O investimento para a matrícula é de R$50 para profissionais e de R$20 para estudantes. Inscrições podem ser feitas até 30.abr.2019 ou até as vagas serem preenchidas por meio do formulário

O treinamento, cuja primeira edição foi realizada em março em São Paulo, terá foco nas formas de investigar a indústria de alimentos ultraprocessados e sua relação com a elaboração de políticas públicas de saúde. A programação, das 9h às 16h30 de 07.mai.2019, inclui treinamento em Lei de Acesso à Informação - com Marina Atoji, secretária-executiva da Abraji, João Peres e Moriti Neto, do Joio e o Trigo, site especializado na cobertura da indústria alimentícia - e palestras sobre saúde e políticas públicas por professores da Universidade de Brasília e da Universidade Federal Fluminense, além de formuladores de políticas públicas. 

“Quando nós formulamos o conteúdo pedagógico do curso, a ideia era que ao longo de um dia fosse percorrido o longo caminho que nós percorremos quando começamos a acompanhar alimentação”, comenta João Peres, do site Joio e o Trigo. De acordo com o jornalista, o curso é importante no momento atual por conta das evidências crescentes da relação do consumo de alimentos ultraprocessados com problemas de saúde frequentes na população brasileira, como obesidade e câncer. 

“Eu acho que precisamos mudar o foco do jornalismo que cobre alimentação, falar um pouco menos de dieta, de ingredientes e tendências e falar mais sobre sistemas alimentares, de que maneira a alimentação, que era uma das grandes promessas de solução do século XX, se transformou em um dos grandes problemas do século XXI”, comenta Peres.

A ACT Promoção da Saúde foi fundada em 2006 com o nome “Aliança de Controle do Tabagismo”. Em 2014, a organização expandiu sua atuação e passou a englobar temas como alimentação saudável, controle do uso abusivo do álcool e atividade física. Anna Monteiro, diretora de comunicação da ACT, acredita que a cobertura de alimentação pode gerar reportagens de impacto. “Foi assim, por exemplo, com o tabagismo, especialmente na década de 90, quando reportagens tornaram públicas as evidências não só sobre os males do fumo, mas sobre as práticas irresponsáveis da indústria do tabaco para vender cada vez mais seus produtos.”

A primeira edição do curso aconteceu na Faculdade de Saúde Pública da USP, em 19.mar.2019. A cobertura feita pelo Joio e o Trigo está disponível aqui.

Programação

8h45 - Recepção
9h - Abertura
9h30 - Ferramentas de investigação sobre alimentação
Marina Iemini Atoji (Abraji)
10h - O Guia Alimentar para a População Brasileira e a classificação NOVA
Elisabetta Recine (Universidade de Brasília e última presidenta do Consea)
11h - Bastidores da formulação de políticas públicas. A trajetória brasileira de soberania alimentar e tendências globais de regulação da indústria de alimentos
Paula Johns (ACT), Elisabetta Recine, Patricia Gentil (IDEC)
12h30 - Almoço
13h30 - Conflito de interesses na cobertura de alimentação e nutrição no Brasil e no mundo
Camila Maranha Paes de Carvalho (UFF e ACT)
14h20 - Convidada especial: Marion Nestle, professora emérita da Universidade de Nova York, debate sobre conflito de interesses
14h50 - Café
15h10 - Roda de conversa: como a imprensa brasileira pode ampliar e melhorar a cobertura sobre doenças crônicas?
16h30 - Encerramento

Bolsas para reportagens

A ACT oferecerá três bolsas de R$6 mil cada para o desenvolvido de pautas geradas a partir das oficinas promovidas no curso, com publicação no site O Joio e o Trigo. Interessados no financiamento da reportagem deverão inscrever suas pautas até 14.mai.2019 por meio de formulário. 

As propostas devem ter no máximo 3 mil caracteres, com descrição da ideia, ângulos e possíveis fontes e personagens. Além disso, é necessário apresentar um orçamento simplificado com previsão de gastos com deslocamento, equipe e outros itens. 

Os jornalistas e estudantes inscritos devem apresentar também um currículo, de no máximo 2,5 mil caracteres, com informações sobre experiências profissionais, acadêmicas e trabalhos produzidos e publicados anteriormente, em link ou pdf. 

Três pautas serão selecionadas pela ACT, pelo Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) pelos jornalistas e por membros da Aliança pela Alimentação Adequada e Saudável. Os principais critérios de seleção serão a adequação da proposta ao tema e a viabilidade orçamentária. O resultado da seleção será divulgado três semanas após o fim o curso. 

Os selecionados terão três meses para desenvolver as reportagens, com orientação dos organizadores do treinamento.

Serviço
Treinamento de jornalismo investigativo na área de alimentação
Até 30.abr.2019
Inscrições no formulário

Assinatura Abraji