• 17.09
  • 2015
  • 15:39
  • Abraji

Formação

Ex-diretor da Abraji concorre a prêmio internacional de jornalismo investigativo

Mauri König, um dos jornalistas mais prestigiados do Brasil e diretor da Abraji de 2010 até meados de 2015, está concorrendo à sexta edição do Global Shining Light Award pela série “Império das Cinzas”.

O material foi publicado pelo jornal paranaense Gazeta do Povo em março de 2014, e foi elaborado a seis mãos: Mauri, Albari Rosa e Diego Antonelli. A série aborda o contrabando de cigarros na América Latina, um negócio multimilionário que se tornou um incômodo para o narcotráfico e reconfigurou a geopolítica do crime organizado na região.

Com uma rede colaborativa que envolvia jornalistas de outros países, foi possível mapear nove rotas de ar, mar e terra que mostravam como o cigarro saia do Paraguai e era distribuído por toda a América Latina.

Mauri foi vencedor dos prêmios nacionais Esso Regional (Sul) em 2001 e 2004 (e neste ano está concorrendo na mesma categoria), Vladimir Herzog na categoria Jornal em 2001, 2004, 2005 e 2011, e Embratel Regional (Sul) em 2001, 2005 e 2013; e dos prêmios internacionais Lorenzo Natali, um dos mais prestigiados do mundo, em 2002, 2006 e 2007, Sociedad Interamericana de Prensa, em 2002, e Latino-Americano de Jornalismo Investigativo em 2012. 

O repórter vai comparecer à cerimônia de entrega do prêmio, que acontece em 10 de outubro durante a 9ª Conferência Global de Jornalismo Investigativo, na Noruega, e está contente com a indicação. “Apesar das circunstâncias da profissão no Brasil, sempre vale a pena fazer jornalismo, a exemplo do reconhecimento que certas reportagens podem dar”, declarou. Ele também acredita que a indicação pode dar ainda mais visibilidade ao jornalismo brasileiro. 

“A imprensa brasileira hoje faz um dos melhores jornalismos do mundo no que diz respeito à qualidade na apuração, dedicação, relevância da pauta. Sempre tem jornalistas, ou equipes, ou algum trabalho do Brasil concorrendo a prêmios internacionais”, explica, afirmando ainda que essa é uma prova de que o jornalismo brasileiro vem fazendo um bom trabalho.

Assinatura Abraji