• 30.06
  • 2005
  • 15:13
  • MarceloSoares

Conheça os resultados do projeto Repórter do Futuro

Eles têm de 18 a 39 anos de idade e estudam em 7 diferentes faculdades de jornalismo de São Paulo. Estão em fases diferentes de seu curso – alguns são do primeiro ano, outros do último, vários no meio. O que os 25 estudantes selecionados para o Projeto Repórter do Futuro mais têm em comum é o grau de preparo e a vontade de se tornar repórteres. O projeto é promovido há dez anos pela Oboré Projetos Especiais (que abriga a sede da Abraji) e desde o ano passado a associação participa da coordenação do curso.

Os participantes foram selecionados entre 274 inscritos. Durante oito semanas, entrevistaram especialistas e outras fontes que conhecem a fundo a cidade de São Paulo, seus problemas e potencialidades. A partir das entrevistas coletivas, eles produziram pequenas reportagens e receberam orientações sobre como melhorar seu texto e apuração. "Nas disciplinas da faculdade, no máximo escrevemos um texto por mês", disse Cláudia Tozetto, participante do curso e estudante da faculdade Anhembi-Morumbi.

Eles também são estimulados a publicar seus trabalhos. Caso tenham publicado algo, tenham vindo a todas as aulas e produzido um texto por semana, eles recebem de volta o cheque de R$ 260 entregue no início do curso. "Vinte alunos conseguiram neste módulo", comemora Sérgio Gomes, diretor da Oboré e criador do projeto.

O curso continua no segundo semestre. Sócios que quiserem participar como voluntários na orientação aos estudantes podem entrar em contato com Marcelo Soares pelo e-mail [email protected].

CONHEÇA: O site oficial do Projeto Repórter do Futuro
Os estudantes que fizeram o curso
Leia relatos escritos pelos estudantes sobre as entrevistas
Assinatura Abraji