16º Congresso da Abraji registra 10.000 inscritos
  • 01.09
  • 2021
  • 19:30
  • Abraji

Liberdade de expressão

Formação

Acesso à Informação

16º Congresso da Abraji registra 10.000 inscritos

Atualizado em: 6.out.2021.

O 16º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo da Abraji (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo) registrou 7.956 inscritos até 29.set.2021. Incluindo os dois eventos paralelos, o VIII Seminário de Pesquisa e o 3º Domingo de Dados, o total de inscritos a chegou a 10,4 mil.

O Congresso de 2020, o primeiro realizado on-line por causa da pandemia, contou com 105 painelistas. Em 2021, foram 142 palestrantes de segunda a sexta-feira (23 a 27.ago.2021), 38 no Seminário de Pesquisa (28.ago.2021) e 30 no Domingo de Dados (29.ago.2021), totalizando 210 conferencistas, entre mediadores, palestrantes e instrutores de oficinas e cursos.

O maior evento de jornalismo do Brasil e um dos mais importantes da América Latina também reuniu mais convidados estrangeiros do que em outras edições. Em 2020, foram 18 painelistas de 8 países, frente a 30 em 2021 de 15 países: Canadá, China, Cuba, Colômbia, Espanha, Estados Unidos, Nicarágua, Nigéria, México, Índia, Quênia, Paquistão, Peru, Reino Unido e Taiwan.


 

Além de tornar o Congresso mais inclusivo, com cerca de 30% de painelistas não brancos (em 2020, foram 26%), as sessões trouxeram áudio original do idioma ou tradução simultânea dublada. Durante os cinco dias, dez sessões contaram com interpretação de libras e três eventos ao vivo tiveram um estenotipista, profissional responsável pela legendagem em português.

Outro aspecto de inclusão foi a gratuidade das inscrições, conforme aponta o presidente da Abraji, Marcelo Träsel: “Graças ao apoio dos patrocinadores, foi possível manter o acesso gratuito ao congresso este ano. Além de beneficiar jornalistas que se viram prejudicados pela crise econômica, a gratuidade atende às necessidades de colegas que não podem dispor de algumas centenas de reais. O modelo virtual também ajudou nesse sentido, porque evita custos com deslocamento e hospedagem. Considerando o sucesso da experiência, estamos discutindo modelos híbridos para os congressos futuros.”

Temas e homenagens

Entre os temas discutidos destacaram-se meio ambiente, declínio da democracia, assédio judicial contra jornalistas, ataques contra mulheres, perseguição à imprensa, racismo, desinformação, eleições 2022, ética, investigações de abuso sexual, saúde dos jornalistas e efeitos da pandemia na cobertura de educação. Bastidores de reportagem, oficinas do tipo “mão na massa” e cursos de jornalismo de dados reforçaram o DNA da Abraji na formação dos jornalistas. 

Em 2021, Elaíze Farias e Kátia Brasil, fundadoras da Amazônia Real, a primeira agência de jornalismo independente e investigativo do Norte do Brasil, foram as grandes homenageadas por sua contribuição ao jornalismo. Um documentário sobre a carreira das duas repórteres dirigido por Carolina Fernandes, da Banksia Filmes, fez parte da programação do evento. 

Na sua 16ª edição, o Congresso prestou homenagem às organizações que defendem a liberdade de expressão e de imprensa, por meio do documentário “Escalada”, produzido pela Outros Olhos. Diego Godoy, diretor responsável pelos painéis gravados de todo o evento, assina a produção do vídeo com a lista de 278 jornalistas mortos durante a pandemia a partir do levantamento da Fenaj (Federação Nacional dos Jornalistas).

Os cinco dias do evento principal somaram 43,3 horas de atividades, sem contar os conteúdos dos patrocinadores. O 3º Domingo de Dados ofereceu 15,5 horas de treinamento e o VIII Seminário de Pesquisa, 8.

O 16º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo contou com o patrocínio de Facebook Journalism Project, Google News Initiative, Grupo Globo e Luminate, além de Agência Lupa, Artigo 19, CNN Brasil, Folha de S.Paulo, International News Safety Institute (INSI), Itaú, Metrópoles, O Estado de S.Paulo, Poder360, Trust Project, Twitter e UOL. O evento teve apoio de mídia de CBN, Correio (BA), GloboNews, Grupo RBS e revista piauí e apoio institucional de Abert, Agência Pública, Ajor, Aner, ANJ, Comunique-se, Consulados e Embaixada dos EUA, FAAP, FCB Brasil, Fórum de Direito de Acesso a Informações Públicas, Knight Center, Jornalismo ESPM, Jornalistas & Cia, Oboré, Portal Imprensa, PUC-SP, Textual Comunicação e UNESCO.

Confira aqui a cobertura completa do 16º Congresso, realizada por estudantes, recém-formados e jornalistas integrantes da Redação Laboratório do Repórter do Futuro, da OBORÉ.

Serviço
16º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo 
Email para dúvidas: [email protected]
 

Assinatura Abraji