Fórum de Direito de Acesso a Informações Públicas
Busca pelo site
Digite uma palavra
Cursos Oferecidos pela Abraji

RSS - Assine para receber as novidades do site



Abraji
on Google+

02/03/12 - 17h28 - Marina Iemini Atoji
Parlamento britânico propõe criação de fundo para financiar jornalismo investigativo no país


Em meio ao intenso debate sobre a prática jornalística desencadeado no Reino Unido pelo caso News of the World e recentes prisões de jornalistas por pagamento de propinas, a Comissão de Comunicação da Câmara dos Lordes do Parlamento britânico apresentou nesta semana uma proposta de financiamento de iniciativas de jornalismo investigativo.

O relatório produzido pelos parlamentares sugere que as multas aplicadas a organizações de mídia que transgridem os códigos de conduta sejam revertidas para produções de jornalismo investigativo ou programas de treinamento a profissionais da área. Atualmente, o montante arrecadado com as multas vai para o Tesouro britânico.

A administração das verbas seria de responsabilidade de um órgão regulador independente, com um sistema transparente e justo de candidatura para financiamento e prestação de contas.

A criação dessa espécie de fundo de investimento faz parte de uma série de recomendações feitas pela Comissão de Comunicação com o objetivo de fortalecer o jornalismo responsável e de qualidade. Entre elas, a de que o jornalismo investigativo receba incentivos financeiros e seja classificado como "charitable activity".

Outra proposta apresentada no relatório foi de que jornalistas e editores deixem registros das investigações feitas, para escrutínio externo futuro. Tais registros poderiam ser usados para avaliar a responsabilidade (ou não) com a qual o jornalismo investigativo foi praticado.

O treinamento é tratado no documento como item essencial para fortalecer a prática jornalística, e as empresas jornalísticas são “fortemente encorajadas” a oferecê-lo.

De acordo com os parlamentares, há "desafios econômicos, legais e regulatórios profundos para o jornalismo investigativo". O presidente da Comissão, Lorde Inglewood, afirma que "o jornalismo investigativo tem um papel vital no sistema de governança democrática do Reino Unido".

Interesse público
O relatório da Câmara dos Lordes indica ainda a falta de escopo legal sobre o que é considerado de interesse público, o que gera incertezas para jornalistas e instituições fiscalizadoras e penais. Foi proposto que as autoridades publiquem guias apontando os casos em que o jornalista deve ser processado quando faz uso de expedientes ilegais para produzir uma reportagem.

Saiba mais

Veja aqui o relatório “O futuro do jornalismo investigativo”, da Comissão de Comunicação da Câmara dos Lordes

Com informações do Journalism.co.uk


Busca pelo site
Usuário

Senha
 
 
   
 

 
 
 
 
 






 

INSTITUCIONAL
O que é
Estatuto Social
Diretoria
Comunicados
Parceiros
Privacidade
Copyright
Expediente
SERVIÇOS
Fale comosco
Banco de Currículos
Lista de Discussão
Eventos
NOTÍCIAS
Acesso à informação
RAC
Projeto com estudantes
Noticias da Abraji
Liberdade de expressão
FILIE-SE
Quem pode se filiar?
Quais os benefícios que o sócio da Abraji tem?
Quanto custa?
Como se associar?
 
ABRAJI - Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo - abraji@abraji.org.br - (11) 3159-0344 - São Paulo SP