Vereador é indiciado pelo assassinato de Jefferson Pureza em Edealina (GO)
  • 10.04
  • 2018
  • 16:01
  • Rafael Oliveira

Liberdade de expressão

Vereador é indiciado pelo assassinato de Jefferson Pureza em Edealina (GO)

A Polícia Civil concluiu na última quarta-feira (04.abr.2018) o inquérito sobre o assassinato do radialista Jefferson Pureza. O vereador José Eduardo Alves da Silva (PR) foi apontado como o mandante do crime e responderá por homicídio duplamente qualificado, por motivo fútil e mediante pagamento. Marcelo Rodrigues dos Santos e Leandro Cintra da Silva, intermediadores da ação, também responderão por envolvimento no crime. Além deles, três adolescentes foram indiciados. Os seis acusados estão presos ou apreendidos.

O vereador, conhecido como Zé Eduardo, pagou R$ 5 mil a dois adolescentes de 17 anos para matarem Pureza. Rodrigues dos Santos, Cintra da Silva e um terceiro adolescente foram acusados de planejar a execução. O radialista foi morto com três tiros na noite de 17.jan.2018. 

No início de fevereiro, quando a Polícia Civil prendeu os suspeitos, o delegado Queops Barreto, responsável pelo caso, afirmou que o crime era “um misto de motivação política e passional”. As reiteradas críticas que o radialista fazia à gestão municipal e aos vereadores da situação, somadas a um relacionamento entre Pureza e a ex-esposa de José Eduardo motivaram o político a encomendar o assassinato.

Em janeiro de 2017, Pureza afirmou em seu programa de rádio que o vereador havia planejado o seu assassinato. A informação foi confirmada pelo delegado Queops Barreto, responsável pelo caso. Segundo ele, porém, a intenção não se concretizou à época. Com a descoberta do relacionamento entre o radialista e sua ex-esposa, José Eduardo resolveu consumar os planos.

Pureza trabalhava na rádio Beira Rio FM, apresentando o programa A Voz do Povo. A rádio foi alvo de ataques mais de uma vez. Na mais recente, em novembro de 2017, foi completamente incendiada. 

Com informações de O Popular, G1, O Hoje e Jornal Opção.

Assinatura Abraji