Reportagem em HQ sobre aborto será lançada em Recife
  • 06.02
  • 2019
  • 17:30
  • Natália Silva

Liberdade de expressão

Reportagem em HQ sobre aborto será lançada em Recife

A livro-reportagem em quadrinhos “Tira”, dos jornalistas Nathallia Fonseca e Eduardo Nascimento, será lançada em 07.fev.2019, no Recife. A produção foi financiada pelo edital "Jornalismo Investigativo em Direitos Humanos" do Instituto Patrícia Galvão, apoiado pela Abraji. O livro trata sobre as motivações e consequências do aborto ilegal no Brasil, com base em entrevistas feitas com três mulheres pernambucanas que interromperam suas gestações. O evento gratuito será às 19h no Sexto Andar, localizado no Edifício Pernambuco,

Nascimento afirmou que a concretização do projeto não seria possível sem o financiamento oferecido pelo edital. “Apurar qualquer assunto leva tempo e nós tivemos que reduzir a carga de trabalho em outras áreas para poder realizar esse projeto. Além disso, metade do dinheiro que recebemos foi só para ilustrar, diagramar e imprimir o livro.” A publicação foi ilustrada pela artista Berta V. e será distribuído gratuitamente no evento de lançamento. 

De acordo com os jornalistas, um dos principais desafios na confecção do livro foi a falta de experiência com produção em quadrinhos. “Nenhum de nós desenha e desde o começo saberíamos que o ilustrador seria uma parte essencial da equipe”, comenta Nascimento. Para auxiliar a artista Berta V. com a ilustração, os jornalistas tiveram que extrair detalhes sobre cenários nos quais as histórias contadas no livro aconteceram. “Muitos fatos datam de anos atrás e tivemos que entrevistar exaustivamente nossas personagens para obter descrições minuciosas da clínica onde abortaram ou do banheiro onde começaram a sangrar depois de tomar a pílula, por exemplo”, afirma Nascimento.

Nathallia Fonseca acredita que o debate sobre o tema do livro, o aborto ilegal, fica restrito ao campo das políticas públicas e das burocracias. “Tentamos deixar mais evidente o lado humano dessa história. Embora seja uma prática frequente entre brasileiras de diferentes idades e grupos sociais, as pessoas que nunca abortaram pouco sabem sobre como um aborto clandestino de fato acontece”, pontua. Fonseca defende que as mulheres que decidem interromper suas gestações devem ser tratadas como humanas e não como números. 

Os autores de “Tira” pretendem organizar outros eventos de lançamento do livro em cidades afastadas de grandes centros onde, segundo eles, o assunto é ainda mais estigmatizado. “Estamos também procurando parcerias com editoras que estejam interessadas em imprimir o livro com seu selo e possam vir a financiar a produção de mais páginas, material para isso nós temos de sobra”, disse Fonseca. 

Além de Nathallia e Eduardo, estarão presentes no evento o médico obstetra Olímpio Moraes (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência) e as pesquisadoras Fernanda Capibaribe (UFPE) e Paula Viana (Grupo Curumim). 

Serviço
Lançamento do livro-reportagem em quadrinhos “Tira”
07.02.2019, às 19h
Sexto Andar - Avenida Dantas Barreto, 324, 6º - Edifício Pernambuco

Assinatura Abraji