Para Abraji, atentado contra caravana de Lula é gravíssimo
  • 28.03
  • 2018
  • 17:08
  • Abraji

Liberdade de expressão

Para Abraji, atentado contra caravana de Lula é gravíssimo

Nota atualizada em 28.mar.2018, às 22:43, para incluir os nomes dos(as) jornalistas embarcados no ônibus atingido.

A Abraji considera gravíssimo o atentado ocorrido na noite de ontem (27.mar.2018), quando a caravana de ônibus nos quais viajavam o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, outros políticos, assessores e jornalistas foi alvo de tiros ao sair de Quedas do Iguaçu (PR). O veículo onde estavam 26 jornalistas (lista abaixo) foi atingido. Só o acaso evitou a consumação de uma tragédia. 

Mais adiante, quando a caravana chegava a Laranjeiras, também no Paraná, os pneus dos ônibus foram furados por objetos metálicos pontiagudos colocados na estrada. 

A Abraji enviará ofícios à Secretaria de Segurança Pública do Paraná, ao Governo do Estado e ao Ministério da Segurança Pública, cobrando que a apuração seja célere e a aplicação de sanções aos responsáveis seja correspondente à gravidade do caso. 

A intolerância a posições políticas divergentes não pode se sobrepor à livre circulação de pessoas e ideias. Submeter agentes públicos e profissionais de comunicação a risco de morte é um grave crime contra a democracia.

Diretoria da Abraji, 28 de março de 2018.


Jornalistas no ônibus atingido por tiros

1 - Otávio Antunes

2 - Felipe Kfouri

3 - Cláudia Motta

4- Murilo Matias

5- Murilo Salazae

6- André Vieira

7- Sebastiano Soto

8- Leonardo Fernandes

9- Daniel Giovanaz

10- Gabriella Gualberto

11- Antonio Alonso

12 - Eleonora de Lucena

13- Rodolfo Lucena 

12 - Kamilla ferrreira

13 - Hugo Cesar

14- Cliceia Alves

15- Igor Veloso

16- Bruno Monteiro

17- Gianpaolo Carta

18- Emmanuel Leconte

19 - Clarice Cardoso

20 - Eduardo Matysiak

21 - Júlio César Oliveira

22 - Max D’Oliveira

23- Rodrigo Pilha

24 - Joaquim de Carvalho

25 - Yuri Darlon

26- Jens Glüsing


Foto: Daniel Teixeira, Estadão

Assinatura Abraji