Aprenda on-line como investigar políticos que tentam esconder informações na internet
  • 13.09
  • 2018
  • 13:56
  • Abraji

Liberdade de expressão

Aprenda on-line como investigar políticos que tentam esconder informações na internet

Quem mais entra na Justiça para ocultar críticas da internet? Quais são os partidos e os políticos que mais recorrem a esse tipo de prática? Participe, em 18.set.2018 (terça-feira), da transmissão ao vivo no YouTube que a Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) fará sobre o tema e saiba como acompanhar esses pedidos e transformar esse conteúdo em notícia por meio do portal CTRL+X

Mostraremos como extrair o máximo de dados sobre o tema, como listar tentativas de censura prévia e como entender o que os juízes estão determinando retirar da internet pela ferramenta da Abraji. A transmissão está agendada para 18.set, em duas sessões: às 10h30 e às 15h30.

Na cobertura das eleições de 2016, mais de 200 reportagens de mídias digitais, impressas, rádio e televisão usaram dados da ferramenta da Abraji. As colunas de Lauro Jardim, Mônica Bergamo e Sônia Racy destacaram os políticos e partidos que mais tentavam retirar conteúdo do ar. Os Jornalistas Livres mostraram como o então candidato a prefeitura de São Paulo Celso Russomanno tentou censurar as buscas do Google para que os usuários não encontrassem notícias sobre um processo que enfrentava. Este ano, o CTRL-X já foi fonte de informações para matérias jornalistas de Estadão (e também aqui) e foi novamente destaque na coluna de Mônica Bergamo na Folha de S. Paulo.

Para acompanhar e tirar dúvidas durante a apresentação, basta acessar os links: https://youtu.be/4O4m8muzeG0 (para a apresentação das 10h30) ou https://youtu.be/oZQxiJj888Q (para a apresentação das 15h30)  e estar logado a uma conta do Gmail. Siga o @ctrlx também no Twitter para mais conteúdo!

Assinatura Abraji