Formação

Help Desk

Caixa de ferramentas da GIJN: Investigando pessoas e negócios

Caixa de ferramentas da GIJN: Investigando pessoas e negócios

Publicado originalmente em inglês por Alastair Otter no site do GIJN. Traduzido por Breno Costa, do GIJN Português

Quando se trata de fazer investigações usando ferramentas on-line, não existe uma única ferramenta que responda a todas as suas perguntas. Em vez disso, você provavelmente precisará ir paulatinamente em direção às respostas usando um amontoado de peças de quebra-cabeça – um nome aqui, uma conexão ali. A boa notícia é que, graças à internet e às redes sociais, existem dezenas de ferramentas que podem ser usadas para encontrar as peças do quebra-cabeça.

Com isso em mente, o Investigate Toolbox deste mês tem como foco central os tipos de ferramentas que podem ser usadas para encontrar as peças necessárias para montar o perfil de alguém.

 

BALANCE O MARTELO
A primeira ferramenta é o peoplefindThor.

A ferramenta oferece uma interface simples que facilita a localização de pessoas no Facebook usando uma variedade de filtros que vão afunilando progressivamente suas pesquisas.

Esses filtros podem ser usados de várias maneiras diferentes. Você pode, por exemplo, pesquisar pessoas que tenham amizade ou que tenham trabalhado com a pessoa que você está pesquisando. Ou você pode procurar por todas as pessoas que trabalharam para uma determinada empresa em uma determinada cidade, o que pode simplificar bastante o processo de encontrar novas fontes para uma matéria.

Os filtros no peoplefindThor exigem um pouco de prática para obter precisão, mas uma vez que você tenha entendido suas particularidades, é uma ferramenta útil para se ter em seu arsenal.

 

TODAS AS PESSOAS
Um dos truques para uma boa pesquisa online é encontrar uma informação sobre alguém e usá-la para encontrar outra peça, e assim por diante, até que você consiga um perfil bem-arredondado. Um dos melhores lugares para começar a procurar informações sobre pessoas é o PiPl.

O PiPl é literalmente um mecanismo de busca por pessoas, com mais de 3 milhões de registros em seu banco de dados.

PiPl é bastante simples de usar: insira o nome de uma pessoa, selecione uma localidade se achar que vai ajudar e clique em pesquisar. Se você está procurando por nomes comuns, provavelmente você receberá centenas ou até milhares de resultados. Nesse caso, será necessário trabalhar um pouco mais para filtrar a lista.

Na maioria dos casos, no entanto, você obterá um volume de resultados gerenciável. Ao clicar neles, você obterá todas as informações relevantes sobre a pessoa, incluindo outras pessoas que ela conhece ou tem um relacionamento, suas contas de mídia social – algumas das quais até mesmo elas podem ter esquecido -, seus vários nomes de usuário online e muito mais.

 

ONDE ESTÁ AQUELE TELEFONE?
Há muitas informações técnicas e siglas de três letras na página HLR-Lookups, mas vale a pena um pouco de perseverança por algumas recompensas que o site pode oferecer para suas investigações. HLR significa “Home Location Register”, que é um registro criado pelas operadoras telefônicas para rastrear todos os números internacionais de celular. Essas IDs exclusivas informam às operadoras em quais redes cada dispositivo está ativo e para onde devem rotear mensagens e chamadas para alcançar o destinatário certo.

Usando os mesmos dados de rede, o HLR-Lookups facilita a descoberta de informações de rede relativo a qualquer número de celular. Para fins de investigação, isso ajuda, por exemplo, a verificar se um usuário em particular aparece de repente em uma rede não usual, provavelmente fora de seu país. O HLR-Lookups vai alertar você se um usuário estiver “em roaming” e informar em qual rede ele está conectado no momento. Há muito mais informações disponíveis quando você faz a pesquisa, mas dependendo de quão profundo você precisa ou deseja ir, isso pode ser mais do que você precisa.

HLR-Lookups pode fazer tanto pesquisas individuais quanto buscas por uma lista de números. A versão gratuita da ferramenta oferece uma quantidade bem generosa de buscas livres antes que você precise pagar para continuar usando o serviço.

 

OS DONOS DOS NEGÓCIOS
Quando se trata de descobrir os interesses comerciais e as conexões de pessoas, existem muitos registros específicos de países ou de setores econômicos que podem ser pesquisados, mas encontrar essas informações através de diversos registros pode ser extremamente difícil.

OpenCorporates (OC) é um banco de dados de empresas e funcionários de empresas de todo o mundo que pode ser pesquisado em um só lugar. A OpenCorporates coleta esses registros espalhados de empresas e executivos e os coloca em uma única fonte. No momento em que escrevo, a OC listou mais de 160 milhões de empresas e mais de 200 milhões de executivos de empresas em todo o mundo. E, como permite a pesquisa em regiões geográficas, é muito mais simples encontrar links que possam abranger vários países.

Esse enorme banco de dados OpenCorporates pode ser usado para encontrar empresas ou executivos e os resultados podem ser filtrados por uma ampla variedade de critérios, desde o país até o tipo e status da empresa, e o tipo de dados que a OC possui sobre a companhia.

 

CONSIGA AJUDA
Muito frequentemente, fazer uma investigação sobre alguém ou alguma coisa vai te levar a uma grande parede de tijolos. Você ficará sem ideias ou pistas e chegará a um impasse. É aqui que entra o Investigative Dashboard, da OCCRP

O Investigative Dashboard é um serviço gratuito que ajuda jornalistas com solicitações de pesquisa em qualquer lugar do mundo. O serviço inclui o acesso a vários especialistas, de diferentes área de expertise, idiomas e regiões, que podem ajudar com pedidos específicos de pesquisa.

O Dashboard também facilita a pesquisa nos vários bancos de dados que o OCCRP compilou, como o Aleph Database, que simplifica a pesquisa em uma enorme variedade de fontes públicas e vazadas. No momento em que escrevo, o banco de dados incluía 178 milhões de registros e vazamentos.

 

BAIXE AS REDES SOCIAIS
Com o advento das redes sociais, houve um crescimento exponencial na quantidade de informações postadas pelos usuários online, de fotos e informações pessoais a informações da empresa, vídeos e fotos. O Twitter é, especificamente, uma fonte potencialmente rica de informações para quem quer rastrear grupos de usuários semelhantes ou pessoas específicas que podem ajudá-lo com novas fontes de informação.

Mas extrair todas as informações que você precisa do Twitter pode ser bem demorado se você não estiver preparado para fazer algum nível de programação para raspar os dados que precisa.

Twlets é uma extensão do Chrome que faz todo o trabalho duro para você. Para usá-lo, basta se registrar numa conta gratuita. Depois de fazer login, visite qualquer uma das páginas agregadas do Twitter. Por exemplo, a lista de tweets de um usuário, a lista de seguidores desse perfil ou as pessoas que ele segue. Depois de escolher as informações desejadas, clique no botão Twlets no seu navegador e baixe os Tweets, imagens, vídeos ou nomes de usuário mais recentes para o seu computador.

Por padrão, o Twlets baixará 10 tweets, imagens, seguidores etc. Mas isso pode ser alterado clicando com o botão direito do mouse no ícone do Twlets e alterando as configurações. Com uma conta gratuita, os limites para downloads podem ser aumentados para até 50.000 resultados.

Os dados são baixados em formato Excel e incluem uma gama de informações, desde o número de seguidores até um índice qualitativo de tweets (positivos, neutros, negativos), que pode ser usado para análise ou visualização, por exemplo.

Se você tem outras ferramentas ou dicas que você acha que vale a pena compartilhar, pode enviar por e-mail para mim no [email protected]

Alastair Otter é o coordenador de TI da GIJN. Ele é também é sócio-gerente do Media Hack Collective, uma iniciativa de jornalismo de dados baseada em Johannesburg, onde ele programa visualizações interativas de dados e gerencia diversos sites de mídia.

Assinatura Abraji